Email:
amigosarmacao@gmail.com
7.6.09

 

                                              Armação de Pêra, terra  esquecida…
 
Ao olharmos para os concelhos vizinhos constatamos que a última década foi muito importante para a criação de melhores condições para as populações e para quem visita o Algarve.
 
Os  fundos comunitários foram uma mais valia para os autarcas no sentido de melhorar as infra-estruturas nos seus concelhos.
Entrou muito dinheiro no país ,para  obras públicas, para formação profissional, para subsidiar a agricultura, as pescas e, com certeza,    para muito mais que fica por nomear.
Em 12 anos, como presidente do município de Silves, a D. Isabel Soares orgulha-se de  ter feito tudo o que  era possível  pela nossa terra…
Foi feita a via dorsal, a casa mortuária, o pavilhão desportivo, um silo de estacionamento (num local que, parece, não é funcional), uma escola do    1º ciclo com 10 salas de aulas – uma escola  moderna, com espaços   interiores amplos, alegre e convidativa para as crianças mas manifestamente insuficiente para a realidade de Armação de Pêra:   no primeiro ano de funcionamento ficou superlotada  e no segundo foi  já necessário colocar uma turma do 1º ano no antigo edifício do 1º ciclo, separando os  alunos  da restante comunidade escolar e não lhes dando acesso ás excelentes condições de que os colegas usufruem.
Salientamos a maior falha desta nova escola que é, como todos sabem, o  facto de não ter uma cantina e que implica que, todos os dias, cerca de 250 crianças tenham que se deslocar à EB 2,3 para almoçar.
 
 Bravo, Srª Presidente!
 
 Quando olhamos para os concelhos vizinhos constatamos que temos vivido de “migalhas”.
Vivemos numa terra que, ao longo dos anos, tem sido negligenciada.
A construção desenfreada, as  carências demasiado óbvias como a falta de estacionamento, de zonas verdes, a  deficiente recolha do lixo na época alta, a falta de  espaços próprios para os jovens ocuparem os seus tempos livres – tudo isto faz com que muitas pessoas escolham viver nos concelhos vizinhos onde têm uma qualidade de vida que a sua terra não lhes consegue proporcionar.
Temos   actualmente,  em   Armação de Pêra, duas situações “provisórias” caricatas que merecem destaque:
O  campo de futebol do Armacenense, construído pelo trabalho voluntário de alguns habitantes desta terra, num terreno resgatado a uma lixeira (os piorros) é provisório há 30 anos!
Só o empenho e a capacidade de contornar todas as adversidades, por   parte dos dirigentes deste clube, tem permitido que os jovens de Armação de Pêra continuem a praticar a modalidade.
 
 
O 2º provisório de Armação de Pêra  é o antigo mercado. Foi decidido que seria o local de edificação de nova Junta de Freguesia, um local de fácil acesso a todos (a actual encontra-se a funcionar num 1º andar sem elevador…).
Está, portanto, provisóriamente abandonado aos ratos há 20 anos!
A palavra provisório, em Armação de Pêra, perdeu o significado real.
 
Acabou de nascer na vila um novo “provisório” que é o polémico apoio de praia.
Reclamamos o direito à indignação!
O novo “provisório” prejudica  gravemente a única riqueza de que dispomos – a praia!
Não vamos tolerar que se repita na praia o mesmo erro que foi cometido em terra!
Não vamos  tolerar que se prejudique toda uma população em benefício de alguns privados!
 
Não vamos tolerar que mais um provisório se torne definitivo!
 
 
A população de Armação de Pêra diz: Basta!
 
 
 
Tânia Oliveira
Associação Amigos de Armação
 
                           
             
 
link do postPor amigosarmacao, às 23:13  Comentar

De ANONIMO a 10 de Agosto de 2009 às 16:57
VOCÊS SAO UMA VERGONHA...PQ MESMO ESTA SENHORA TANIA OLIVEIRA TEM UM PISO A MAIS SEM LICENÇA DE CONSTRUÇAO ... E AINDA TEM CORAGEM DE FALAR DE ALGO QUE ESTÁ LICENCIADO?????????? CALEM SE E TRABALHEM

De amigosarmacao a 11 de Agosto de 2009 às 19:47
Caro anónimo nós somos um todo e não um só, não adianta falar de coisas que desconhece, falamos do bem comum que é a nossa praia.
Devo também informá-lo que a Sra. Tânia Oliveira nem casa tem...

No entanto não vive no anonimato...

Cumprimentos,

Amigos de Armação

De Tânia Oliveira a 13 de Agosto de 2009 às 00:16
O trabalho é amor tornado visivel.
E se não sabeis trabalhar com amor,só com desgosto,melhor é que deixeis o trabalho e vos senteis á porta do templo,recebendo esmola dos que trabalham com alegria.
"O profeta"-Kahlil Gibram

Caro anónimo,estas palavras são possivelmente a única explicação para a errada ideia que tem em relação à minha falta de ocupação .
Em relação ao licenciamento do "apoio de praia",estou disposta,quando for de sua vontade,a falar-lhe pessoalmente.O assunto é longo e o seu anonimato é pura ilusão.
Eu quando não estou a trabalhar ,estou a trabalhar ,mas por uma boa causa arranjo sempre um tempo.
Ando sempre por ai,cruzamo-nos com alguma frequência,com um pouco de coragem tudo se resolve.
O anonimato não dignifica em nada o ser humano.
Cumprimentos.
Tânia Oliveira




Busca busca
 
mais sobre mim
Junho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30


Já arrumados
António Aleixo
Gosto do preto no branco como costumam dizer: Antes perder por ser franco que ganhar por não ser
António Aleixo
O mundo só pode ser melhor do que até aqui, quando consigas fazer mais p'los outros que por ti
António Aleixo
Há tantos burros mandando Em homens de inteligência, Que ás vezes fico pensndo que a burrice é uma ciência!
A melhor defesa
Liberdade de expressão
blogs SAPO